By Richard Dawkins

Num pace de guerras e ataques terroristas com motivações religiosas, o movimento pró-ateísmo ganha força no mundo todo. E seu líder é o respeitado biólogo Richard Dawkins, eleito recentemente um dos três intelectuais mais importantes do mundo (junto com Umberto Eco e Noam Chomsky) pela revista inglesa Prospect. Autor de vários clássicos nas áreas de ciência e filosofia, ele sempre atestou a irracionalidade de acreditar em Deus e os terríveis danos que a crença já causou à sociedade. Agora, neste "Deus, um Delírio", seu intelecto afiado se concentra exclusivamente no assunto e mostra como a religião alimenta a guerra, fomenta o fanatismo e doutrina as crianças. O objetivo vital deste texto mordaz é provocar: provocar os religiosos convictos, mas principalmente provocar os que são religiosos "por inércia", levando-os a pensar racionalmente e trocar sua "crença" pelo "orgulho ateu" e pela ciência. Dawkins despreza a idéia de que a religião mereça respeito especial, mesmo se moderada, e compara a educação religiosa de crianças ao abuso infantil. Para ele, falar de "criança católica" ou "criança muçulmana" é como falar de "criança neoliberal" - não faz sentido. O biólogo united states seu conceito de memes (idéias que agem como os genes) e o darwinismo para propor explicações à tendência da humanidade de acreditar num ser enhanced. E desmonta um a um, com base na teoria das probabilidades, os argumentos que defendem a existência de Deus (ou Alá, ou qualquer tipo de ente sobrenatural), dedicando especial atenção ao "design inteligente", tentativa criacionista de harmonizar ciência e religião.

Show description

Read Online or Download Deus, um Delírio PDF

Best Science books

Biology as Ideology: The Doctrine of DNA

Following within the style of Stephen Jay Gould and Peter Medawar, one of many world's top scientists examines how "pure technological know-how" is in reality formed and guided via social and political wishes and assumptions.

The Color Atlas of Family Medicine

Greater than 2,000 FULL-COLOR images assist you VISUALLY DIAGNOSE stipulations AND ailments ENCOUNTERED IN medical PRACTICEA Doody's center identify for 2015! "As a main care reference, this atlas stands at best of the sphere. it's the top of health and wellbeing info, marrying photographic pictures of health conditions with targeted, but succinctly written textual content approximately every one of those stipulations.

Russell: A Very Short Introduction

Bertrand Russell (1872-1970) is likely one of the most famed and significant philosophers of the 20 th century. during this account of his existence and paintings A. C. Grayling introduces either his technical contributions to common sense and philosophy, and his wide-ranging perspectives on schooling, politics, conflict, and sexual morality.

Life's Blueprint: The Science and Art of Embryo Creation

Within the span of simply 3 many years, clinical realizing of the formation of embryos has passed through a tremendous revolution. the consequences of those new learn findings have a right away touching on human healthiness and destiny cures, but such a lot nonscientists stay really ignorant of the fascinating information.   during this enticing publication, a unusual geneticist bargains a transparent, jargon-free evaluation of the sphere of developmental biology.

Extra info for Deus, um Delírio

Show sample text content

E a resposta da ciência para essa lógica defeituosa também é sempre a mesma. O layout não é a única alternativa ao acaso. A seleção normal é uma alternativa melhor. Na verdade, o layout não é nem mesmo uma alternativa de verdade, porque suscita um problema maior do que o que solucionou: quem projetou o projetista? Tanto o acaso como o layout fracassam como soluções para o problema da improba-bilidade estatística, porque um deles é o problema, e o outro retorna a ele. A seleção ordinary é a solução verdadeira. É a única solução viável já sugerida. E não é apenas uma solução viável, é uma solução de incrível poder e elegância. O que é que faz a seleção average ser bem-sucedida como solução para o problema da improbabilidade, para o qual o acaso e o layout fracassam já de saída? A resposta é que a seleção typical é um processo cumulativo, que divide o problema da improbabilidade em partículas pequenas. Cada uma das partículas é ligeiramente improvável, mas não definitivamente. Quando grandes números desses fatos ligeiramente improváveis são reunidos em série, o resultado ultimate do acúmulo é mesmo improba-bilíssimo, improvável o bastante para estar muito além do alcance do acaso. São esses produtos finais que dão forma aos objetos do argumento cansativamente reciclado pelos 132 criacionistas. O criacionista não enxerga o cerne da questão, porque ele (pelo menos uma vez, as mulheres não deviam se importar por serem excluídas pelo pronome) insiste em tratar a génese da improbabilidade estatística como um evento único e isolado. Ele não entende o poder do acúmulo. Em A escalada do monte Improvável, manifestei essa questão na forma de uma parábola. Um lado da montanha é um despenhadeiro, impossível de escalar, mas o outro lado é uma encosta de subida amena até o topo. No topo está um dispositivo complexo, como um olho ou um flagelo bacteriano. A idéia absurda de que tamanha complexidade possa se montar sozinha, espontaneamente, é simbolizada por um pulo só, do pé do penhasco até o cume. A evolução, pelo contrário, vai por trás da montanha e pega a subida amena até o topo: fácil! O princípio da comparação entre escalar a encosta amena e pular pelo lado do precipício é tão simples que ficamos tentados a nos espantarmos com o fato de ter demorado tanto para um Darwin aparecer e descobri-lo. Quando ele fez isso, quase dois séculos haviam se passado desde o annus mirabilis de Newton, embora sua realização pareça, pensando bem, ter sido mais difícil que a de Darwin. Outra metáfora renowned para a improbabilidade extrema é o segredo de um cofre de banco. Teoricamente, um ladrão de banco pode ter sorte e conseguir acertar a combinação dos números por acaso. Na prática, o segredo do cofre é projetado com um tanto de improbabilidade suficiente para aproximar essa hipótese do impossível — quase tão improvável quanto o Boeing 747 de Fred Hoyle. Mas think uma tranca de segredo mal pro-jetada, que fosse dando pequenas dicas de forma progressiva — o equivalente ao "está quente" da brincadeira das crianças.

Rated 4.59 of 5 – based on 38 votes